20 de jul de 2011

Transição Planetária: Uma Construção Eterna (II)


Na primeira parte de nosso artigo, vimos que a evolução faz parte do todo Universal. E é justamente esta evolução que faz os Planetas mudem sua faixa vibracional, alcançando o seu tempo de Transição. 

Analisamos também a importância dessas Transições em nossas vidas, pois estas também evoluem de acordo com nosso livre-arbítrio moral e intelectual. 

No entanto, temos visto em algumas obras espiritualistas, filmes e documentários, misticismos em torno deste tema. Fala-se em anos – aqui entendendo-se 12 meses - na Terra onde aconteceria um “corte” evolucionista, Planetas errantes que adentrariam no Sistema Solar – chupão -, e outras argumentações meramente místicas e que muitas vezes contrariam as Leis da Física.
O Espiritismo, como filosofia e ciência “o Espiritismo é toda uma filosofia, toda uma ciência... devendo ser estudado de forma séria[1], nos mostra em obras mediúnicas sérias que a evolução dos Planetas passa por um processo chamado de Ciclos Celestiais que por sua vez seguem uma organização Divina, matematicamente construída e calculada para acontecer em tempos pré-determinados.

Estudos acadêmicos, bem como o próprio Espiritismo, nos ensinam que os Ciclos Celestiais vêm ocorrendo a cada 28.000 (vinte e oito) mil anos[2], subdividindo-se em 04 (quatro) micro-períodos de 7.000 (sete mil), sendo que estes ciclos seguem uma ordem única existente em todas as organizações planetárias. 

Essa confirmação foi recentemente repassada a nós pelo renomado pesquisador Aroldo Dutra Dias, que teve seus cálculos confirmados em documentos encontrados por este próprio estudioso e que revela conversa de Emmanuel com Chico Xavier, este último em desdobramento.

Portanto, nada esta fora de controle! No Universo não existem Planetas errantes vagando sem direção, pois todos estão presos a um sistema, seja ele solar ou não. Estes sistemas se aproximam e se distanciam de acordo com a fase em que se encontram os seus ciclos. 

A transição terrena faz parte deste contexto, e fora exatamente o que ocorreu em Capela, quando a Constelação do Cocheiro aproximou-se da Nebulosa de Andrômeda, ocorrendo o exílio para a Terra.    

O Espiritismo, juntamente com a Ciência nos mostra que tudo tem controle na ordem Cósmica. Todos os ciclos são racionalmente explicados, sem milagres, surpresas, ou argumentos místicos. 

Com tudo isto, cabe-nos aqui um chamado. Vamos entender o processo estudando, utilizando-nos da experiência que Chico Xavier teve com Emmanuel em desdobramento, vamos estudar a Gênese Espírita! A obra A Caminho da Luz, e as demais pesquisas de estudiosos renomados como Aroldo Dutra Dias. 

Nestas obras, teremos a certeza de que nenhum acaso ocorrerá. Tudo esta em seu tempo.

Que assim seja!

Jivago Dias Amboni/Circulo da Luz


[1] Kardec
[2] Pesquisas de Aroldo Dutra Dias (Apocalipse, mitos e verdades)

Nenhum comentário:

Postar um comentário